Fone: 55 (62) 3932 -1140   Email: pericias@peritoseassociados.com

Área Que

Atuamos

AVALIAÇÃO MERCADOLÓGICA DE IMÓVEIS

AVALIAÇÃO MERCADOLÓGICA DE IMÓVEIS

  • Realizada por engenheiros e avaliadores conforme determina a resolução Resolução COFECI nº 1.064/07 - Fazemos avaliações imobiliárias, máquinas e equipamentos diversos, para atendimento de garantia a empréstimos, negociações de compra, venda, locação, alienação de empresas ou equipamentos e outros fins tais como:
     
  • Reavaliação do ativo imobilizado, fusões, constituição, ampliação e dissolução de sociedades, atualização do patrimônio, doações, leasing, seguros, leilões, liquidações judiciais, extra-judiciais e partilhas.
     
  • (revogada pela Resolução COFECI nº 1.064/07) O CONSELHO FEDERAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS - COFECI, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 16, inciso XVII, da Lei n° 6.530, de 12 de maio de 1978, CONSIDERANDO o disposto no art. 3º, da Lei nº 6.530/78, que atribui ao Corretor de Imóveis, entre outras, a competência para opinar sobre comercialização imobiliária; CONSIDERANDO o disposto no art. 39, VIII, da Lei nº 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor), que obriga o fornecedor de serviços a seguir as diretrizes das normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT; CONSIDERANDO a normatização, pela ABNT, dos procedimentos gerais na avaliação de bens, através da norma NBR 14653-1, e das avaliações de imóveis urbanos e rurais através das normas NBR 14653-2 e NBR 14653-3, respectivamente; CONSIDERANDO que as grades curriculares dos cursos de especialização em avaliação de imóveis e superiores em gestão imobiliária incluem disciplinas em que são ministrados os conhecimentos necessários à elaboração de Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica; CONSIDERANDO a decisão adotada pelo Egrégio Plenário, na Sessão realizada nos dias 14 e 15 de março de 2006; RESOLVE: DA COMPETÊNCIA Art. 1º - A elaboração de Parecer Técnico para determinação do valor de mercado de imóvel será permitida ao Corretor de Imóveis, observado o disposto na presente Resolução. Parágrafo único - Entende-se por Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica o documento elaborado por Corretor de Imóveis no qual é apresentada, com base em critérios técnicos, análise de mercado com vistas à determinação do valor comercial de um imóvel, judicial ou extra-judicialmente. DA COMPETÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DE PARECER TÉCNICO DE AVALIAÇÃO MERCADOLÓGICA Art. 2º - É competente para elaboração de parecer técnico de avaliação mercadológica o Corretor de Imóveis, pessoa física, regularmente inscrito em Conselho Regional de Corretores de Imóveis e com inscrição válida no Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários que seja, cumulativa ou alternativamente: I) possuidor de diploma de curso superior em gestão imobiliária ou equivalente; II) possuidor de certificado de especialista em avaliação imobiliária. II) possuidor de certificado de conclusão de curso em avaliação imobiliária. (redação dada pela Resolução COFECI nº 1.044/07) Parágrafo único - Somente serão aceitos, para fins de inscrição no Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários, os certificados de cursos reconhecidos pelo COFECI. DO PARECER TÉCNICO DE AVALIAÇÃO MERCADOLÓGICA Art. 3º - O parecer técnico de avaliação mercadológica deverá conter, sob pena de nulidade, os seguintes requisitos mínimos: I) identificação do solicitante; II) objetivo do parecer técnico; CONSELHO FEDERAL DOS CORRETORES DE IMÓVEIS III) identificação e caracterização do imóvel; IV) indicação da metodologia utilizada; V) valor resultante e sua data de referência; VI) identificação, breve currículo e assinatura do Corretor de Imóveis avaliador; VII) selo certificador fornecido pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis. § 1º - São requisitos para caracterização do imóvel: a) identificação de seu proprietário; b) número da matrícula no Cartório do Registro de Imóveis; c) endereço completo ou descrição detalhada de sua localização. § 2º - A descrição do imóvel deve conter, no mínimo: a) medidas perimétricas, medida de superfície (área), localização e confrontações; b) descrição individualizada das benfeitorias, se houver; c) contextualização do imóvel na vizinhança e infra-estrutura disponível; d) aproveitamento econômico do imóvel; e) data da vistoria. § 3º - Ao Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica recomenda-se estarem anexados: a) mapa de localização; b) certidão atualizada da matrícula no Cartório do Registro de Imóveis; c) relatório fotográfico. 

Fotos

18/9/2015

FAZENDAS E DEMAIS BENFEITORIAS