Fone: 55 (62) 3932 -1140   Email: pericias@peritoseassociados.com

Área Que

Atuamos

AMBIENTAL

Perícia Criminal Ambiental, que é a área da Criminalística que se ocupa dos exames periciais voltados à elucidação e caracterização dos crimes contra o meio ambiente.

Uma vez que o uso dos recursos naturais pela humanidade está associado justamente às atividades econômicas é de se esperar que interesses individuais, corporativos e governamentais sejam afetados por políticas que restrinjam o uso destes recursos visando sua preservação para as gerações futuras. Dessa forma, é fundamental esclarecer que o tratamento dado às questões ambientais na realização de uma perícia é eminentemente científico, portanto, um Laudo Pericial não carrega em seu bojo uma opinião de um perito, e sim uma resposta precisa, baseada em achados cientificamente sustentados. Essas respostas devem ser basicamente as mesmas, independentemente de qual perito realiza os exames, quando seguida a metodologia pertinente para cada situação, excluindo qualquer possibilidade de viés ideológico, comumente existente sempre que se tratam das polêmicas relacionadas à preservação ou uso econômico do meio ambiente. Resumindo, o perito não pode ser nem ambientalista, nem desenvolvimentista no cumprimento de seu ofício e sim um cientista que leva em consideração os preceitos legais pertinentes ao fato estudado.

MATERIAIS E MÉTODOS

Os trabalhos da área ambiental tem como sustentáculo legislações federais, estaduais e municipais vigentes e para a realização deste, temos como suporte o geoprocessamento vinculado ao trabalho de campo para atestar mais confiabilidade ao serviço prestado.

Utilizamos de técnicas de sensoriamento remoto para munir de dados como: imagens de satélites, imagens de radar e ortofotos. Além de fazer uma integração e cruzamento de dados em Sistemas de Informações Geográficas (SIG), espacializando todos os dados juntamente com outros coletados dos principais bancos de dados geográficos e ambientais do país.

O uso do geoprocessamento na delimitação e avaliação de áreas serve de subsídio para os instrumentos previstos pelas políticas públicas direta ou indiretamente relacionadas ao meio ambiente. O uso dessas técnicas possibilita o mapeamento e análise de recursos naturais e atividades humanas, até poucas décadas atrás indisponíveis. Alocação de atividades, sistemas de suporte decisão, integração com parâmetros e processos de outras áreas da ciência, hoje permitem aos gestores a tomada de decisão com base em informação, minimizando riscos antes presentes pela ausência dessas tecnologias.

Cada trabalho segue a sua particularidade, portanto, as características definem quais geotecnologias faremos uso para a realização dos mesmos. Lembrando que existe uma fase pré-campo, aonde são confeccionados mapas temáticos e processamento de imagens de satélite para um conhecimento prévio da área, uma segunda fase que é o trabalho de campo propriamente dito e, uma terceira fase que é a fase pós-campo em que são processados os dados coletados no trabalho in loco para melhor definição e tomada de decisões.

Consultoria Ambiental

Uma gestão ambiental eficaz é um grande diferencial de competitividade para empresas nos tempos atuais em que sustentabilidade é uma preocupação global. Nesse contexto, o Sistema de Gestão Ambiental - SGA constitui-se em uma ferramenta de estratégia empresarial que, através do controle permanente dos impactos ambientais decorrentes da atividade empresarial, foca na melhoria contínua de seu desempenho ambiental.

Seguramente o primeiro passo a dar na direção da implantação de programas voltados para a gestão ambiental é conhecer os principais aspectos e impactos da atividade em relação ao meio ambiente. Somente assim sua empresa poderá planejar suas ações de gerenciamento ambiental, podendo então implantar programas de melhoria contínua.Consultoria Ambiental

É utilizado câmera fotográfica digital fotos para elaboração do laudo fotográfico.

Um GPS da marca Garmin e modelo 60CSx, cuja precisão é de 3 metros, para coletar pontos com o intuito de identificar os ranchos, dejetos de construções e demais feições julgadas pertinentes para a elaboração do laudo.

Com o software ArcGis 10 (Sistema de Informações Geográficas – SIG) foi  possível fazer análises de imagens de satélites, e seus respectivos processamentos; espacialização dos pontos do GPS; vetorização para delimitar a área; demarcação da área de preservação permanente à partir do local considerado área de preservação; confecção, análise e cruzamento de dados para elaborar mapas de localização, hidrografia, solo e uso e ocupação do mesmo segundo os parâmetros de exatidão cartográfica.

Para as análises ambientais as imagens utilizadas para processamento digital são buscadas nas diversas bibliotecas públicas de dados geográficos do país, dentre elas, a busca principal se concentra em dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), onde são retiradas imagens de satélites das famílias, CBERS, Landsat, Alos, etc. Utiliza-se como fonte de dados também, quando se trata de processamentos voltados a parte geométrica das imagens, os dados do Google Earth, que proporcionam uma melhor resolução espacial. Contudo, para cada serviço específico, busca-se uma integração de dados geográficos de diversas fontes, onde leva-se também em consideração o Estado onde está se realizando o trabalho, que na maioria das vezes possuem Sistemas Geográficos e de Estatísticas construídos para atender a demanda do mesmo.

 

Fotos

18/9/2015

ARBITRAMENTO DO DANO AMBIENTAL

18/9/2015

IMPACTO PELA EXPLORAÇÃO

18/9/2015

IMPACTO PELA OMISSÃO RESPONSABILIDADE CIVIL

18/9/2015

OBRA DE AMPLIAÇÃO IMPACTO AMBIENTAL